Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Coimbra recua na taxa de juro

A Universidade de Coimbra (UC) voltou atrás no valor dos juros exigidos aos alunos e ex-alunos com propinas em atraso. A instituição estava a cobrar juros de 12% ao ano, acima do valor definido por lei. Numa carta enviada aos cerca de 550 antigos alunos, a UC corrige a taxa e diminui substancialmente os valores em mora a pagar pelos antigos estudantes.

3 de Julho de 2012 às 01:00
Universidade estava a cobrar juros de 12 por cento ao ano
Universidade estava a cobrar juros de 12 por cento ao ano FOTO: Ricardo Almeida

No documento, a que o CM teve acesso, a universidade explica que, "houve uma imprecisão no período do cálculo dos juros de mora", por força das alterações legislativas introduzidas. E, adianta, "nos últimos dois anos, a taxa de juros de mora baixou". Desta forma, em vez de 1% ao mês em vigor até ao final de 2010 – e que a UC estava a aplicar ao total da dívida –, os juros a pagar em 2011 são de 6,351%,e em 2012 de 7,007% ao ano. Ambos os valores são bem abaixo dos 12% anuais cobrados inicialmente .

Com a reformulação do cálculo, o valor em dívida pelos ex--alunos caiu, em vários casos, cerca de um terço face ao montante inicialmente exigido, sobretudo porque o valor dos juros reduziu para quase metade.

superior propinas universidade de coimbra juros atraso
Ver comentários