Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Com burro e vaca

"O que o Papa disse não foi que o presépio, que foi criado por S. Francisco de Assis, não devia ter burro e vaca, houve aí um problema de interpretação. O que o Santo Padre disse foi que, no lugar onde Jesus nasceu não havia esses animais, o que é uma coisa bem diferente."
24 de Dezembro de 2012 às 01:00

A explicação do cardeal D. Manuel Monteiro de Castro foi proferida ontem, na inauguração do Presépio ao Vivo de Priscos, em Braga, que continuará a ter, como se vê na imagem, o burro e a vaca.

"Quem o comentou, lá o fez porque quis e tem todo o direito a fazê-lo, todos podemos dizer aquilo em que acreditamos. Mas não tem sentido", acrescentou o cardeal.

O presépio de Priscos, que pode ser visitado amanhã e nas tardes dos dias 30 (Dezembro), 1, 3, 5 e 6 (Janeiro), conta com 600 figurantes e espera uma afluência de 60 mil pessoas.

PRESÉPIO FIGURANTES BURRO VACA BRAGA CARDEAL
Ver comentários