Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Combustíveis vão registar descida histórica superior a cinco cêntimos

Esta semana é daquelas em que valerá a pena esperar por segunda-feira para abastecer o seu automóvel. 
7 de Junho de 2019 às 10:58
Combustíveis
Combustíveis
combustiveis
Combustíveis
Combustíveis
combustiveis
Combustíveis
Combustíveis
combustiveis

Os preços dos combustíveis em Portugal vão registar uma descida como há muito não se via, pelo que esta semana é daquelas em que valerá a pena esperar por segunda-feira para abastecer o seu automóvel. 

Os cálculos do Jornal de Negócios, tendo em conta as variações dos combustíveis cotados e no mercado cambial, apontam para quedas de 7 cêntimos por litro na gasolina e de 5 cêntimos por litro no gasóleo.

Estas variações refletem a queda acentuada da matéria-prima, mas também a alta do euro face ao dólar. A tonelada métrica da gasolina recuou perto de 13%, tendo em conta os preços médios das quatro sessões desta semana. Já a tonelada métrica do gasóleo desceu perto de 9%.

Assim, sem ter em conta as variações desta sexta-feira (o petróleo está a recuperar mais de 2%), o preço de venda da gasolina nos postos de abastecimento em Portugal deverá baixar 7 cêntimos, para 1,50 euros por litro, o que corresponde a mínimos de março deste ano.

No gasóleo, a queda será na ordem dos 5 cêntimos, para um preço médio de 1,324 euros por litro, o que corresponde ao nível mais baixo desde o início deste ano. Fonte do setor confirma a ordem de grandeza destas descidas, alertando que terá ainda que ser tida em conta a variação de preços de hoje nos mercados.

Na base de dados do Negócios (com variações semanais desde 2015), não há registo de uma queda semanal de preços tão acentuada. A mais elevada até aqui tinha acontecido na última semana de janeiro, quando o gasóleo e a gasolina ficaram mais baratos cerca de 4 cêntimos.

As variações dos preços que os portugueses pagam pelos combustíveis estão fortemente ligadas à evolução do petróleo nos mercados internacionais. Esta semana a matéria-prima afundou para mínimos de janeiro, devido sobretudo aos receios dos investidores com os efeitos da guerra comercial na economia mundial. Já o euro ganhou face ao dólar devido à perspetiva de descida de juros nos Estados Unidos.   

A evolução dos preços dos combustíveis é calculada pelo Negócios, tendo por base a evolução dos derivados do petróleo (gasóleo e gasolina) e do euro. Ainda assim, a evolução dos custos dependerá de cada posto de abastecimento, da marca e da zona onde se encontra.

Os cálculos do Negócios têm por base contratos diferentes dos seguidos pelas petrolíferas (ainda que a evolução costume ser semelhante), sendo que os dados disponíveis para o Negócios só estão disponíveis até quinta-feira (faltando um dia de negociação).

Portugal Negócios Estados Unidos economia negócios e finanças energia gasóleo macroeconomia preços
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)