Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Coronavírus só explica 27,5% do acréscimo de mortalidade face à média dos últimos cinco anos

No período desde a chegada da pandemia ao país morreram 72.519 pessoas.
Lusa 31 de Outubro de 2020 às 07:41
Coronavírus
Coronavírus FOTO: Luís Alvarez
As mortes por Covid-19 em Portugal entre 2 de março e 18 de outubro representam apenas 27,5% do acréscimo da mortalidade registado relativamente à média dos últimos cinco anos, revelou esta quinta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com os dados divulgados, no período desde a chegada da pandemia ao país morreram 72.519 pessoas, mais 7.396 mortes do que a média do período homólogo dos cinco anos anteriores, sendo a Covid-19 responsável por 2.198 óbitos, ou seja, 27,5% do total do aumento da mortalidade.

"O acréscimo da mortalidade, verificado a partir de março, relativamente à média dos últimos cinco anos é explicado apenas em parte pelos óbitos por covid-19", pode ler-se na informação do INE, que destaca ainda que só nas derradeiras quatro semanas (21 de setembro a 18 de outubro) houve mais 612 óbitos face à média entre 2015 e 2019, dos quais 278 (45,4%) devido ao novo coronavírus.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Coronavírus INE Covid-19 Portugal morte
Ver comentários