Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Criança deficiente não pode ir à escola

Flávio está impedido de frequentar pré-escolar porque Ministério não coloca auxiliar.
Bernardo Esteves 22 de Setembro de 2016 às 04:00
Criança deficiente não pode ir à escola
Flávio Angélico, de 5 anos, sofre de multideficiência profunda, e está impedido de frequentar o pré-escolar na Escola Básica nº 5 da Baixa da Banheira.

Tudo porque o Ministério da Educação (ME) ainda não autorizou a Câmara da Moita a contratar auxiliares para apoiar crianças com necessidades educativas especiais. "O Ministério não mandou a verba e o menino não pode ir à escola", lamenta o avô, Marcelino Oliveira.

Na passada quinta-feira, o ME garantiu ao CM que a situação ficaria "resolvida nos próximos dias" e, entretanto, instou o diretor do Agrupamento de Escolas D. João I a "recorrer aos funcionários disponíveis no agrupamento".

Só que Flávio precisa de apoio especializado, o qual a direção do agrupamento diz não ter disponível. Nos últimos dois anos, a criança foi acompanhada pela mesma auxiliar. "O Flávio precisa de ser alimentado com sonda e a auxiliar que o acompanhava teve formação", afirma o avô, que recusa deixar o neto na escola sem um auxiliar especializado.

O ME disse ontem ao CM que a escola já informou a família de que "a criança pode frequentar a escola e permanecer na sua sala, sendo certo que as condições de acompanhamento serão melhoradas" até "colocação de assistente operacional a tempo inteiro". Uma promessa que para esta família não resolve o problema no presente.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)