Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Crianças: 7,5 milhões de euros para medicamentos

A Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Unicef juntam esforços para enfrentar a falta de medicamentos formulados especificamente para crianças e vão aplicar 7,5 milhões de euros na resolução do problema.
21 de Janeiro de 2009 às 15:25
Crianças: 7,5 milhões de euros para medicamentos
Crianças: 7,5 milhões de euros para medicamentos FOTO: d.r.

"Em mais de 50 por cento dos casos, os medicamentos prescritos para crianças ou não foram desenvolvidos especificamente para elas ou não têm eficácia e inocuidade garantidas nessa utilização", alerta a OMS num comunicado em que informa ter recebido 7,5 milhões de euros da Fundação Bill e Melinda Gates para colaborar com UNICEF neste problema.

Numerosas crianças não têm acesso a tratamentos essenciais por falta de medicamentos doseados ou formulados para uso pediátrico, ou porque os existentes não estão disponíveis ou são demasiado caros, refere o mesmo comunicado.

O subsídio concedido à OMS destina-se a apoiar trabalhos essenciais de investigação para determinar as apresentações correctas dos medicamentos para uso pediátrico, elaborar guias posológicos e estabelecer directivas para os ensaios de medicamentos, o tratamento e a utilização em crianças.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)