Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Crianças consomem sal acima do recomendado pela OMS

A ingestão é "até cinco gramas por dia".
28 de Maio de 2015 às 16:09
Estudo indica que 93% das crianças ingere sal a mais do que é recomendado pela OMS
Estudo indica que 93% das crianças ingere sal a mais do que é recomendado pela OMS FOTO: Getty Images

Quase todas as crianças portuguesas (93%) ingerem sal acima das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e 25% consome quantidades "astronómicas" que chegam a triplicar os valores aconselhados, revela um estudo da Universidade do Porto.


Uma das conclusões do estudo sobre hábitos alimentares das crianças portuguesas, a que a Lusa teve esta quinta-feira acesso, indica que 93% das crianças ingere sal a mais do que é recomendado pela OMS e que 54% ingere sal acima do máximo tolerável, tendo apenas 8% das crianças ingerido as quantidades de potássio (legumes e fruta) necessárias.


O "campeão do consumo excessivo" de sal foi um menino que consumiu 15 gramas de sal e uma menina que chegou a 17 gramas de sal, contou, em entrevista telefónica à Lusa, Pedro Moreira, coordenador do estudo da Universidade do Porto, que contou com a colaboração da Direção Geral da Saúde e foi solicitado pela OMS.


"São valores absolutamente astronómicos (...). Para além destes 93% estarem a ingerir sal acima dos valores recomendados pela OMS, há 25% de crianças que consomem quantidades astronómicas de sal", ou seja 12,5 gramas os rapazes e 11,7 ou mais as raparigas, concretizou o especialista.


A ingestão de sal recomendada pela OMS é "até cinco gramas por dia", mas há crianças em Portugal a consumir 17 gramas de sal por dia, ou seja a mais que triplicar os valores aconselhados.

Organização Mundial da Saúde OMS sal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)