Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Crise aumentou agressões a assistentes sociais

Presidente da Associação dos Profissionais de Serviço Social "muito preocupada" com a situação vivida.
17 de Março de 2014 às 10:25
Crise, agressões, assistentes sociais, Fernanda Rodrigues, APSS
Crise, agressões, assistentes sociais, Fernanda Rodrigues, APSS FOTO: João Cortesão / Correio da Manhã

A presidente da Associação dos Profissionais de Serviço Social (APSS), Fernanda Rodrigues, alertou esta segunda-feira para o aumento das agressões físicas e psicológicas pelos utentes aos assistentes sociais por causa da crise.

Em entrevista à agência Lusa a propósito das comemorações do dia Mundial do Serviço Social, que se comemora terça-feira, Fernanda Rodrigues disse estar "muito preocupada" com a situação destes profissionais que estão "na linha da frente" dos problemas sociais e das políticas do Governo.

"Os assistentes sociais estão na linha da frente de muitos dos problemas sociais, lidam diretamente com eles e isso tem trazido obviamente um acréscimo de exigência, que muitas vezes não tem contrapartidas do ponto de vista quer dos recursos quer da proteção de vida destes profissionais", contou.

Crise agressões assistentes sociais Fernanda Rodrigues APSS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)