Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Cubanos privilegiados nos contratos

A Ordem dos Médicos (OM) acusou o Ministério da Saúde de empurrar os jovens clínicos para a emigração e de oferecer melhores contratos de trabalho aos profissionais cubanos.
19 de Fevereiro de 2012 às 01:00
O bastonário José Manuel Silva
O bastonário José Manuel Silva FOTO: Vasco Neves

Um comunicado da Ordem dos Médicos, cujo bastonário é José Manuel Silva, começa com o desafio: "Naturalizem-se cubanos". Para ilustrar o desafio, dá o exemplo do contrato de avença de 11 meses a um médico na extensão de saúde de Adémia, em Coimbra, pela Administração Regional de Saúde do Centro. O salário bruto é de 1800€. A OM salienta que aos cubanos é oferecido um contrato de três anos e salários muitos superiores. A instituição diz "não ser xenófoba" mas contesta que os cubanos sejam privilegiados.

MÉDICOS CUBANOS SAÚDE
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)