Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Curso superior sem validade

Estudantes transferidos para Lisboa, sem acesso a bolsa, vivem situação complicada.
Bernardo Esteves 17 de Novembro de 2014 às 14:56
Inês Alexandre e restantes colegas estiveram na manifestação de estudantes na quarta-feira.
Inês Alexandre e restantes colegas estiveram na manifestação de estudantes na quarta-feira. FOTO: DR

Dezenas de estudantes da Licenciatura em Psicologia do Desporto e do Exercício, na Escola Superior de Rio Maior, vivem uma situação complicada. Em 2013, foram informados de que o curso não seria acreditado pela Agência de Avaliação do Ensino Superior, depois de um parecer negativo da Ordem dos Psicólogos.

Através de um processo especial autorizado pela tutela em julho, os alunos puderam inscrever-se na Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa para completarem seis cadeiras, ter equivalência à licenciatura em Psicologia e poderem prosseguir estudos de mestrado. Mas nem isso é seguro.

"Estamos a fazer mais este ano para sermos reconhecidos pela Ordem dos Psicólogos e podermos entrar em mestrados. Mas não sabemos que nível de equivalência vamos ter, as nossas médias vão possivelmente baixar e isso vai pôr em causa a entrada nos mestrados que queremos", disse ao CM a aluna Inês Alexandre.

Outra situação que preocupa os estudantes é o facto de não terem direito a bolsa de estudo durante este ano. "As bolsas estão a ser recusadas com o argumento de que a licenciatura já foi concluída e só podem dar uma bolsa por cada ciclo de estudos. Há colegas a ponderar abandonar porque sem bolsa é complicado conseguir viver em Lisboa", afirmou Inês Alexandre, de 23 anos.

Os alunos, que participaram na manifestação nacional de estudantes na passada quarta-feira, em Lisboa, já expuseram o caso à tutela mas não obtiveram resposta.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)