Dezenas de pessoas acusam fábrica de poluir aldeia

Em causa está a alegada poluição da atividade da AZPO- Azeites de Portugal, no concelho de Ferreira do Alentejo.
17.05.18
Dezenas de pessoas acusam fábrica de poluir aldeia
Foto Direitos Reservados
Dezenas de pessoas vão apresentar hoje queixas no Ministério Público contra uma fábrica que acusam de poluir a aldeia de Fortes, no concelho de Ferreira do Alentejo.

Em causa está a alegada poluição provocada pela atividade da AZPO- Azeites de Portugal, uma fábrica de extração de óleo de bagaço de azeitona que está situada perto da aldeia desde 2009. Os moradores querem que o MP "investigue a atividade da fábrica" por considerarem que "existem indícios da prática do crime de poluição", que têm provocado "problemas respiratórios, inflamações nos olhos e ardor na garganta". A Lusa tentou, sem sucesso, contactar a AZPO. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!