Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

DGS autoriza presença de um acompanhante durante o parto

Graça Freitas realçou que o acompanhante "não deve ter contactos com outros utentes do hospital".
Lusa 9 de Outubro de 2020 às 19:17
Grávida
Grávida
Grávida
Grávida
Grávida
Grávida
A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou esta sexta-feira que as novas orientações sobre a gravidez durante a pandemia de covid-19 passam a ter a indicação "inequívoca" que é autorizada a presença de um acompanhante durante o parto.

"Houve uma alteração e fica dito claramente que as unidades hospitalares devem assegurar as condições necessárias para garantir a presença de um acompanhante durante o parto", disse a diretora-geral da Saúde, Graça Freiras, na conferência de imprensa de atualização de informação relativa à infeção pela covid-19.

A orientação técnica sobre gravidez e parto durante a pandemia de covid-19 foi hoje atualizada pela DGS.

"Hoje emitimos uma atualização desta orientação para que fique inequívoca esta recomendação de que esteja um acompanhante durante o parto. Para tal, o acompanhante não pode ter covid, nem ter estado com ninguém com covid nos últimos 14 dias", precisou Graça Freitas, esclarecendo que "apenas é permitido um acompanhante sem trocas".

A diretora-geral da Saúde explicou que o acompanhante do parto deve estar com equipamento de proteção individual adequado, nomeadamente máscara cirúrgica, bata e proteção de calçado.

Graça Freitas realçou que o acompanhante "não deve ter contactos com outros utentes do hospital" ou com outras pessoas internadas.

A mesma responsável avançou que a DGS está a trabalhar para que sejam reforçadas e ampliadas as visitas aos doentes internados nos hospitais, sendo a recomendação básica de controlo da infeção que se evite "ao máximo o contacto com outros utentes".

Portugal registou hoje mais 12 mortos relacionados com a covid-19 e 1.394 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, em março, este é o segundo maior número de casos de infeção. O maior foi em 10 de abril, com 1.516.

Portugal já registou 2.062 mortes e 83.928 casos de infeção, estando hoje ativos 29.700 casos, mais 735 do que na quinta-feira.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
DGS Direção-Geral da Saúde Saúde Graça Freitas Portugal organizações de saúde questões sociais
Ver comentários