Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

DGS regista segunda baixa de peso em poucos dias

Diretora de Serviços de Informação e Análise da Direcção-Geral da Saúde abandonou o cargo.
Correio da Manhã 9 de Julho de 2020 às 16:24
A directora de Serviços de Informação e Análise da Direcção-Geral da Saúde (DGS), Graça Lima, abandonou o cargo na sequência de um período de baixa médica. Em poucos dias, a DGS perde uma segunda figura-chave no combate à pandemia de covid19, depois de a chefe de Divisão de Epidemiologia e Estatística, Rita Sá Machado, ter abandonado as funções para ingressar na equipa da Missão Permanente de Portugal junto dos Organismos e Organizações Internacionais das Nações Unidas, em Genebra.

A DGS já tem uma substituta para Graça Lima: Inês Santos Estevinho Fronteira. Inês Fronteira entrou em funções a 24 de junho, pode ler-se em Diário da República.

Já o lugar vagado por Rita Sá Machado será ocupado por Luís Carlos Silva Guedes que passa a ocupar o lugar de chefe de Divisão de Epidemiologia e Estatística da DGS, conforme foi publicado ontem em Diário da República, "em regime de substituição".

Inês Fronteira, de 41 anos, é 
licenciada em Enfermagem, com mestrado em Saúde Pública e doutoramenteo em Saúde Internacional, tendo ainda uma pós-graduação em epidemiologia e frequentou o mestrado Integrado em Medicina entre 2013 e 2015. Serviu como adjunta da Ministra da Saúde, de novembro de 2018 a novembro de 2019, para as áreas de políticas de saúde e saúde pública.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)