Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

DGS vai divulgar nota técnica sobre vacinação de crianças entre os 5 e os 11 anos esta sexta-feira

Na próxima semana irão chegar cerca de 300 mil doses para vacinar crianças, num universo de 640 mil menores nesta faixa etária.
Correio da Manhã 9 de Dezembro de 2021 às 13:10
A carregar o vídeo ...
DGS vai divulgar nota técnica sobre vacinação de crianças entre os 5 e os 11 anos esta sexta-feira
A diretora-geral da Saúde disse esta quinta-feira que vai ser divulgada uma nota técnica "que resume o parecer técnico" relativo à vacinação das crianças, assegurando que os pareceres não são secretos, mas são documentos internos.

"Vamos divulgar uma nota técnica que resume o parecer da Comissão Técnica de Vacinação. A Comissão Técnica de Vacinação é um órgão consultivo que entrega um parecer não vinculativo à diretora-geral que o faz chegar à tutela", salientou

Segundo Graça Freitas os pareceres são documentos internos preparatórios do processo de decisão e a partir desses documentos é extraída informação relevante, não sendo habitual a sua divulgação.

Na terça-feira, a DGS recomendou a vacinação das crianças entre os 5 e os 11 anos, com prioridade para as que têm doenças consideradas de risco para covid-19 grave.

Em comunicado, a DGS apontou que esta recomendação surge na sequência da posição da Comissão Técnica de Vacinação contra a covid-19 (CTVC), que considerou, com base nos dados disponíveis, que a avaliação risco-benefício, numa perspetiva individual e de saúde pública, é favorável à vacinação das crianças desta faixa etária.

Graça Freitas disse ainda que apesar de as crianças terem habitualmente doença ligeira não quer dizer que não tenham internamento e não possam ser internadas em unidades de cuidados intensivos.

A diretora-geral da Saúde acrescentou que "houve um parecer dos pediatras e especialistas em saúde infantil que foi entregue à comissão técnica de vacinação e foi um dos muitos documentos em que na Comissão Técnica de Vacinação se baseou para dar o seu ponto da situação à Direção-Geral de Saúde".

"Isto são órgãos consultivos, de diferentes especialistas que consultam diferentes tipos de documentos nacionais e internacionais e depois eles próprios formam a sua opinião fundamentada na ciência e em pareceres de outros especialistas e fazem uma posição final da Comissão Técnica de Vacinação contra a Covid-19 que é entregue à diretor-geral da Saúde", explicou.

Questionada sobre as críticas de partidos políticos que acusam a DGS de falta de transparência, Graça Freitas disse que isso não acontece.

"Não creio que não haja transparência porque esses pareceres depois são vertidos para normas que remetem elas próprias para documentos consultados e pode qualquer pessoa consultar", explicou adiantando que em relação à vacinação das crianças ainda decorre esta quinta-feira uma reunião para definir o intervalo entre as doses.

O CDS-PP questionou esta quinta-feira o Governo sobre os pareceres técnicos relativos à vacinação contra a covid-19 de crianças entre os 05 e os 11 anos, apelando à sua divulgação e defendendo que "tanto secretismo gera desconfiança".

O Chega apelou a que a vacinação destas crianças só avance quando "todos os dados e informações disponíveis" forem divulgados, considerando que a recomendação da DGS nesse sentido não foi transparente.

A Iniciativa Liberal (IL) disse na quarta-feira que vai exigir a divulgação dos pareceres científicos sobre a vacinação de crianças entre os 5 e 11 anos contra a covid-19 e considerou "inaceitável" que DGS a autorize sem fornecer aquela informação.

Já o PSD disse esta quinta-feira querer "ajudar" a reforçar a confiança na vacinação de crianças com o pedido de divulgação de pareceres técnicos na base da decisão política, defendendo que a transparência nunca pode prejudicar este processo.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
DGS Direção-Geral da Saúde Comissão Técnica de Vacinação Saúde questões sociais pandemia vacinação
Ver comentários