Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Dificuldades económicas refletem-se nos resultados escolares e na ambição académica

Origem socioeconómica dos alunos é "forte indicador" dos resultados na leitura, matemática e ciência.
Lusa 3 de Dezembro de 2019 às 08:53
Estudantes
Estudantes FOTO: iStockPhoto
As dificuldades económicas continuam a ter efeitos negativos nos resultados escolares dos alunos portugueses, mas também nas suas expectativas, com 25% dos estudantes desfavorecidos e bons desempenhos sem perspetivas de concluir um curso superior, revela esta terça-feira a OCDE.

A origem socioeconómica dos alunos é um "forte indicador" dos resultados dos alunos portugueses na leitura, matemática e ciências, defende a OCDE no relatório PISA de 2018, esta terça-feira divulgado.

O PISA é um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), elaborado de três em três anos e que mede o desempenho dos alunos de 15 anos em competências como leitura, matemática e ciências, avaliando ainda outras questões como o ambiente escolar e as condições de equidade na aprendizagem.

OCDE política organizações internacionais educação ensino
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)