Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Diocese do Funchal afasta padre por suspeita de abuso sexual de um menor

Anastácio Alves exercia funções em França.
Lusa 1 de Setembro de 2018 às 14:18
Padre
Padre
Adolescente foi violada e trancada no roupeiro durante seis meses
Padre
Padre
Adolescente foi violada e trancada no roupeiro durante seis meses
Padre
Padre
Adolescente foi violada e trancada no roupeiro durante seis meses

A Diocese do Funchal afastou da ação pastoral o padre madeirense Anastácio Alves por suspeita do abuso sexual de um menor na região autónoma, noticiou este sábsdo o Diário de Notícias da Madeira.

A informação foi confirmada à agência Lusa pelo Gabinete de Informação da Diocese do Funchal, indicando em comunicado que está a "em profunda comunhão com o papa Francisco e repudia e condena a pedofilia e é solidária com as vítimas e com as suas famílias".

O padre madeirense Anastácio Alves exercia funções em França, mas é suspeito de abuso sexual de um menor na Madeira, tendo sido constituído arguido em 2005 num processo investigado e arquivado pelo Ministério Público.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)