Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Dívidas a Pulido Valente e Santa Maria desde 1991

Tribunal de Contas arrasa gestão e contabilidade do Centro Hospitalar Lisboa Norte.
Sónia Trigueirão 11 de Julho de 2017 às 10:10
Hospital de Santa Maria
Hospital de Santa Maria FOTO: Mariline Alves
O Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN), ao qual pertencem os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, tinha, em 2014, a receber 31,9 milhões de euros em dívidas de entidades públicas. Algumas das faturas em causa remontavam a 1991 e 1995.

De acordo com uma auditoria financeira do Tribunal de Contas (TdC), divulgada ontem, cerca de 21,9 milhões de euros – 68,9 % do total das dívidas a receber – eram de entidades do Ministério da Saúde. Só a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo devia 18,3 milhões de euros. Algumas das faturas por pagar eram de 1995. Também as Administrações Regionais de Saúde do Norte, do Centro, do Alentejo e do Algarve estão entre os devedores, com valores na ordem dos 700 mil euros. Outras unidades de saúde deviam cerca de 2,2 milhões de euros desde 1991.

Segundo o TdC, o resultado líquido do exercício de 2014 do CHLN foi de menos 27,9 milhões, ao invés dos menos 2,3 constantes das demonstrações financeiras .

O CHLN explicou, no entanto, que muitas das recomendações apontadas no relatório do TdC "já foram concretizadas ou estão em fase de concretização", uma vez que passaram dois anos desde a auditoria em causa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)