Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Docente vai ser alvo de processo

O professor acusado pela mãe de um aluno de 11 anos, da Escola Básica de Monte Gordo, de ter agredido o filho, na passada quinta-feira, com socos num ombro e no pescoço, conforme o CM noticiou no sábado, vai ser alvo de processo de inquérito.

21 de Junho de 2011 às 00:30
Maria de Lourdes Cavalcante acusa a escola e as autoridades de não prestarem ajuda ao filho
Maria de Lourdes Cavalcante acusa a escola e as autoridades de não prestarem ajuda ao filho FOTO: LUIS COSTA

"O processo, já a decorrer, foi instaurado pelo presidente da Comissão Administrativa Provisória do Agrupamento de Escolas de Monte Gordo, onde se insere a referida EB1", disse ao CM, fonte da Direcção Regional de Educação do Algarve, que adiantou: "A DREALG terá o papel de acompanhamento desse processo e do seu desenvolvimento."

O menor tem dificuldades emocionais e de comportamento, estando a ser acompanhada por uma psicóloga e recusa-se a ir à escola.

"Não dorme de noite e nem quer ouvir falar em regressar à escola. Deixei de trabalhar para o acompanhar, pois receio deixá-lo sozinho", refere a mãe, que se queixa de falta de apoio. "Exceptuando a psicóloga, ninguém me contactou ainda. Nem da escola, nem qualquer autoridade veio saber o estado do meu filho, depois de ter sido barbaramente agredido pelo professor, em frente aos colegas", diz.

Além do processo na escola, o professor poderá ter outros problemas. Foi efectuada queixa na GNR, tendo a criança sido convocada para uma perícia no Instituto de Medicina Legal de Faro.

MONTE GORDO AGRESSÃO DOCENTE PROFESSOR ESCOLA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)