Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Doença reumática é a principal causa de baixas em Portugal

Mais de metade dos portugueses sofre ou sofreu de reumatismo.
Cláudia Machado 13 de Novembro de 2016 às 09:37
Doenças reumáticas afetam os músculos, ossos e articulações
Doenças reumáticas afetam os músculos, ossos e articulações FOTO: Getty Images
Podemos chamar-lhes reumatismo ou doenças reumáticas, mas por detrás de tão poucas palavras estão mais de 100 doenças diferentes. Em comum têm a influência que exercem na qualidade de vida: são a principal causa de baixas laborais e de incapacidade temporária ou permanente dos portugueses.

"As doenças reumáticas são, no geral, as doenças que afetam os ossos, músculos e articulações", explica Helena Canhão, médica reumatologista e vice-presidente da Liga Portuguesa Contra as Doenças Reumáticas (LPCDR), sublinhando que por serem "a principal causa de baixas e de incapacidade", é importante que seja dada a "importância devida" às queixas dos doentes.

Mas nem sempre isso acontece, sobretudo por desconhecimento. "Como muitas são doenças ‘invisíveis’ e não se traduzem em qualquer efeito no aspeto físico, são absolutamente desvalorizadas", acrescenta Rosário Morujão, doente de Síndrome de Sjögren e também vice-presidente da LPCDR. "Acham que é qualquer coisa que passa. Nós não parecemos doentes, mas podemos não conseguir andar tanto como gostaríamos, por exemplo", refere a professora universitária.

O impacto no País já foi também quantificado no estudo nacional ‘EpiReumaPt’. "Entrevistámos mais de 10 mil adultos portugueses e apurámos que 56 por cento tinham ou tiveram queixas reumáticas", afirma Helena Canhão.

A lombalgia ou dor nas costas é das mais comuns, assim como a artrose, a osteoporose e problemas dentro do grupo das tendinites.
Helena Canhão Doenças Reumáticas Rosário Morujão País questões sociais demografia política saúde baixas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)