Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Doze mil querem ajudar Gustavo no transplante

Em apenas dez dias, 12 071 pessoas inscreveram-se no Registo Nacional de Dadores de Medula Óssea para ajudar Gustavo, o filho de três anos do futebolista Carlos Martins que sofre de aplasia medular, doença caracterizada pela disfunção da medula óssea. A criança precisa de um dador compatível para fazer um transplante.
27 de Novembro de 2011 às 01:00
Só em Coimbra registaram-se ontem 500 dadores de medula óssea
Só em Coimbra registaram-se ontem 500 dadores de medula óssea FOTO: Ricardo Almeida

Para ajudar Gustavo e todas as outras pessoas que precisam de uma dador de medula óssea, os três Centros de Histocompatibilidade estiveram ontem abertos excepcionalmente. Segundo Hélder Trindade, director do Centro do Sul, onde se registaram mais 440 dadores, a ocasião também serviu para 70 pessoas darem sangue. "Vem reforçar a reserva nacional, que tem uma quebra de colheitas no Natal", sublinhou.

Em Coimbra, o Centro também abriu para dar resposta. "Não quisemos defraudar as expectativas", referiu ao CM a directora Maria Luísa Pais.

GUSTAVO CARLOS MARTINS MEDULA ÓSSEA COIMBRA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)