Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Duas meninas nascem na estrada a caminho da maternidade

Crianças nasceram em plena A4 e à porta do quartel de bombeiros.
28 de Janeiro de 2020 às 01:30
Parto em Almeida aconteceu à porta do quartel de bombeiros
Alice nasceu no interior da ambulância parada em plena A4, em Macedo de Cavaleiros
Parto em Almeida aconteceu à porta do quartel de bombeiros
Alice nasceu no interior da ambulância parada em plena A4, em Macedo de Cavaleiros
Parto em Almeida aconteceu à porta do quartel de bombeiros
Alice nasceu no interior da ambulância parada em plena A4, em Macedo de Cavaleiros

Duas meninas nasceram no domingo à noite e esta segunda-feira de madrugada fora de ambiente hospitalar e longe de maternidades, em Macedo de Cavaleiros e Almeida.

Alice nasceu na A4, junto à saída para Azibo, Macedo de Cavaleiros. A segunda filha do jovem casal de Freixo de Espada à Cinta nasceu no banco da frente do carro em que seguiam a caminho da maternidade do hospital de Bragança. "O pai, que é bombeiro em Freixo, cronometrou as contrações. Pensavam que conseguiam chegar a tempo a Bragança", explica Gualter Castro, bombeiro de Macedo de Cavaleiros. Mas a menina tinha outros planos: "Quando chegámos, o parto tinha acabado de acontecer." A equipa do INEM Héli 3 de serviço foi ao local de carro. O médico Hélio Martins fez a sua estreia a ajudar em partos, auxiliado pela enfermeira Elisabete Espinheiras.

Em Almeida, uma imigrante romena deu à luz uma menina à beira da estrada, a poucos metros do quartel dos bombeiros, às 04h00. "Quando chegámos a bebé já tinha nascido, mas fomos nós que cortámos o cordão umbilical. Uma equipa médica depois veio ao nosso encontro", adiantou ao CM Luís Faustino, dos Voluntários Almeidenses.

A mãe e a menina estão internadas no hospital da Guarda e estão bem de saúde.

PORMENORES
Bebé Viva a Vida do CM
A bebé Alice nasceu com 2800 gramas. Mãe e filha foram levadas para o hospital de Bragança, e estão bem. O casal José Estácio e Daniela Miranda participou no final de 2018 na rubrica Viva a Vida, do Correio da Manhã, com o primeiro filho, Gonçalo.

Bombeiro faz sete partos
Aos 53 anos, 38 dos quais ao serviço dos bombeiros de Almeida, Luís Faustino já interveio em sete partos em condições extraordinárias: "Temos formação para estas situações, mas há sempre um certo nervosismo. Mas correu sempre tudo bem", diz orgulhoso.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)