Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Ébola: Mariano Rajoy deixa mensagem de tranquilidade

No Hospital Carlos III estão internadas 14 pessoas no âmbito do protocolo de prevenção da doença.
10 de Outubro de 2014 às 13:38
O chefe do Governo reuniu-se com os médicos responsáveis do hospital
O chefe do Governo reuniu-se com os médicos responsáveis do hospital FOTO: Andrea Comas/Reuters

O primeiro-ministro de Espanha, Mariano Rajoy, deixou esta sexta-feira uma mensagem de tranquilidade sobre o ébola, manifestando confiança na capacidade dos serviços médicos espanhóis de responder ao problema.

"Tanto a OMS (Organização Mundial de Saúde) como a Comissão Europeia (CE) dizem que é muito baixo o risco de que esta doença se possa propagar. É muito importante dar esta mensagem, que não é do Governo, mas da OMS, da CE e dos seus especialistas", afirmou Rajoy à porta do Hospital Carlos III depois de uma curta visita à unidade onde estão internadas 14 pessoas no âmbito do protocolo de prevenção do Ébola.

"Esta não é uma situação normal, é difícil, mas estou convencido de que todos, especialmente os profissionais de saúde, vão pôr o melhor de si e tudo o necessário", afirmou, agradecendo a colaboração "de todos".

"O nosso objetivo fundamental é agradecer o esforço, trabalho e dedicação de quem está aqui e dar-lhe o pleno apoio por parte do Governo e da Comunidade Autónoma. Há muita gente a trabalhar aqui num momento muito complexo e difícil. Todos eles devem saber que têm o apoio, o carinho e o afeto de uma imensa maioria dos espanhóis", disse.

"O nosso primeiro objetivo chama-se Teresa Romero. É a única pessoa que está hoje doente. Segundo objetivo capital é vigiar a situação em que estão algumas das pessoas com quem esteve em contacto e em terceiro lugar continuam os trabalhos para investigar o que ocorreu, o que se pode melhorar no combate a uma doença que não é muito conhecida", adiantou Rajoy.

Durante a visita ao hospital, o chefe do governo espanhol reuniu-se com os médicos responsáveis do hospital e da equipa que assiste a auxiliar de enfermagem infetada, Teresa Romero, e os restantes 13 pacientes internados, todos assintomáticos e sob observação.

Mariano Rajoy Hospital Carlos III ébola
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)