Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

EDP Renováveis avança com projeto de produção eólica no mar

Empresa assinou um acordo com a francesa Engie para a criação de uma 'joint-venture'.
Lusa 23 de Janeiro de 2020 às 18:25
Energias renováveis
EDP Renováveis
Energias renováveis
EDP Renováveis
Energias renováveis
EDP Renováveis
A EDP Renováveis assinou esta quinta-feira um acordo com a francesa Engie para a criação de uma 'joint-venture' controlada em partes iguais para a produção eólica 'offshore' (no mar), fixo e flutuante, anunciou a elétrica liderada por Manso Neto.

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a EDP Renováveis (EDPR) refere que o acordo assinado hoje é efetuado na sequência do memorando de entendimento estratégico para formar uma nova entidade como veículo exclusivo de investimento da EDPR e Engie para oportunidades eólicas 'offshore' em todo o mundo, "combinando a competência industrial e a capacidade de desenvolvimento das duas empresas".

Como acordado, em 21 de maio de 2019, a EDPR e a Engie vão transferir os seus ativos eólicos 'offshore' e os projetos em desenvolvimento para a nova entidade, começando com um total de 1,5 gigawatt (GW) em construção e 3,7 GW em desenvolvimento, adianta o mesmo comunicado.

As empresas prometem trabalhar para "criar um líder global no setor".

A meta da parceria é "estar no top 3 até 2025", disse o presidente executivo da EDP, António Mexia, quando foi anunciada esta 'joint-venture', em Londres.

O acordo anunciado, que está sujeito a certas condições precedentes, incluindo o processo de aprovação regulatório da Comissão Europeia, deverá estar operacional até o final do primeiro trimestre de 2020.

A EDP Renováveis é uma empresa subsidiária do grupo EDP, com atividade nas energias renováveis, e sede em Madrid.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)