Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Em 2080 vamos ser 7,5 milhões

Em 2031, Portugal terá menos de 10 milhões de habitantes.
André Pereira e José Castro Moura 30 de Março de 2017 às 08:16
Na década de 40 deste século existirão mais de três milhões de pessoas com 65 ou mais anos em Portugal
Idoso
Idoso
Na década de 40 deste século existirão mais de três milhões de pessoas com 65 ou mais anos em Portugal
Idoso
Idoso
Na década de 40 deste século existirão mais de três milhões de pessoas com 65 ou mais anos em Portugal
Idoso
Idoso
A região Norte de Portugal é a que vai perder mais pessoas até 2080, quando a população residente for pouco mais de 2 milhões, ou seja, menos 42% do que os 3,6 milhões existentes em 2015, ano base para as projeções do Instituto Nacional de Estatística (INE). Em 65 anos, Portugal vai passar de 10,3 milhões para os 7,5 milhões. O limiar dos 10 milhões será ultrapassado em 2031.

O INE elaborou quatro cenários para a evolução demográfica em Portugal - baixo, central, alto e sem migrações (este pouco provável). No pior deles, seremos 5,8 milhões em 2080.

Depois do norte, a Madeira (-35,39%) e o Alentejo (-31,84%) são as regiões que mais perdem, devido aos baixos níveis de fecundidade e saldos migratórios negativos. No que respeita aos jovens, o INE aponta para uma redução de meio milhão entre 2015 (1,5 milhões) e 2080 (1 milhão). Já em relação aos idosos, o número vai continuar a aumentar, atingindo o máximo na década de 2040. Nessa altura serão mais de 3 milhões. A partir daí vai começar a diminuir.

Questionados pelo CM, os partidos com assento parlamentar falam em promover a natalidade e a imigração. O PAN não respondeu em tempo útil.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)