Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Empresa oferece sobras de pão

Panificadora da Vermelha cede a produção não escoada, mas que está em boas condições.
21 de Abril de 2013 às 01:00

Uma panificadora da região Oeste quer ajudar as famílias carenciadas que nem pão têm para comer, e está disponível para ceder a produção que não é escoada e que mantém qualidade, para associações ou qualquer pessoa que a contacte.

A oferta surgiu na sequência da iniciativa do CM ‘Meninos com fome’. "Pensamos que podemos ajudar, não monetariamente, porque as condições não o permitem, mas com o nosso produto", afirma Inês Ferreira, funcionária da Panificadora da Vermelha, no Cadaval, gerida pelo irmão. "As pessoas pedem cada vez mais ajuda e dão a cara, quando antigamente tinham vergonha de mostrar que precisavam. No final de cada dia de produção, há sempre algumas quantidades de pão que sobram, que são as quebras de produção, e são essas quantidades que podemos disponibilizar a famílias carenciadas", indicou.

Na Panificadora da Vermelha são produzidas, em média, 30 mil unidades por dia, entre 70 referências de pão. Sobram, no mínimo 250 unidades, em resultado de haver uma margem de manobra para encomendas de última hora, ou porque o produto final não ficou com o aspeto adequado para ser colocado à venda no mercado, ainda que seja comestível.

Para ter acesso a esse pão, basta às instituições de solidariedade social ou às famílias carenciadas entrarem em contacto com a panificadora para combinarem uma forma de entrega.

panificadora pão cadaval famílias sobras
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)