Enfermeiros ameaçam boicotar partos no SNS

Hospital Amadora-Sintra será a primeira unidade alvo desta medida de contestação.
Por Cristina Serra|29.05.17
Notícia exclusiva para assinantes. Para ler faça Login ou AssineSaiba mais aqui.
Os enfermeiros ameaçam boicotar os partos e os cuidados às grávidas nos serviços de Urgência de Obstetrícia e Ginecologia dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde. Exigem que os contratos individuais de trabalho e a respetiva remuneração sejam revistos de forma a contemplarem a categoria ...
Exclusivos CMEste artigo é exclusivo para Assinantes Correio da Manhã
Se já é Assinante, faça o seu loginouAssine 1 mês por 1€.
Para ler TODOS OS EXCLUSIVOS CM de hoje por 0.60€ + IVA
Obtenha o seu código de acesso com uma simples chamada telefónica
ou
UTILIZE O 
Assine agora o Correio da Manhã Digital
  • Assine Acesso integral ao Correio da Manhã ePaper (tal como é impresso em papel, veja exemplo)
  • AssineAcesso ilimitado a todo o site do Correio da Manhã.
  • AssineTodos os exclusivos, opinião e análise da edição em papel.
Saiba mais

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De Manuel29.05.17
    Eis o que são as greves. <br/>Na maioria dos casos as greves promovem deliberadamente prejuízos a terceiros indefesos com o objectivo de reclamar e exercer pressão, deixam apeados os trabalhadores, deixam sem assistência na saúde quem dela precisa, perturbam o ensino nacional, etc. <br/>
1 Comentário
  • De Manuel29.05.17
    Eis o que são as greves.
    Na maioria dos casos as greves promovem deliberadamente prejuízos a terceiros indefesos com o objectivo de reclamar e exercer pressão, deixam apeados os trabalhadores, deixam sem assistência na saúde quem dela precisa, perturbam o ensino nacional, etc.
    Responder
     
     0
    !