Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Época balnear arranca no Algarve com calor

Areias de Albufeira e Lagoa contam a partir desta terça-feira com nadadores-salvadores. Temperaturas chegam aos 30 graus.
João Mira Godinho e João Saramago 15 de Maio de 2018 às 01:48
Nadadores-salvadores vigiam praia
Praia de Albufeira
Praia de Albufeira
Praia de Albufeira
Praia de Albufeira
Nadadores-salvadores vigiam praia
Praia de Albufeira
Praia de Albufeira
Praia de Albufeira
Praia de Albufeira
Nadadores-salvadores vigiam praia
Praia de Albufeira
Praia de Albufeira
Praia de Albufeira
Praia de Albufeira
A previsão de subida das temperaturas decerto levará milhares a procurarem um banho de sol na praia. No Algarve, a chegada de dias quentes coincide com o início da época balnear em dois concelhos: Albufeira e Lagoa. Para hoje, a previsão é de 28 graus em Faro. Amanhã, Lisboa atinge os 30 graus, e Setúbal e Santarém, os 31. A norte, Braga chega aos 27.

A abertura da época balnear em Albufeira e Lagoa representa um reforço da segurança, uma vez que até 15 de outubro os areais destes dois concelhos contarão com nadadores-salvadores. Em Albufeira, o concelho português com maior número de praias com Bandeira Azul (25), a cerimónia vai esta terça-feira  realizar-se, como habitualmente, na praia dos Pescadores.

Aliás, algumas praias do concelho já são vigiadas desde o início do mês. Já em Lagoa, que viu a praia do Pintadinho voltar a receber o galardão (para um total de sete areais com Bandeira Azul), a abertura oficial irá decorrer na praia dos Caneiros. Neste concelho, a época balnear nas praias de Ferragudo, Carvalho, Marinha e Albandeira decorre entre 1 de junho e 30 de setembro. No total, o país conta este ano com 332 bandeiras azuis. O Algarve é a região que lidera, com 89.

A data de abertura da época balnear é definida por cada município. A maior parte opta por iniciar a 15 de junho.

Locais de abrigo temporário contra o calor 
Para fazer frente a eventuais vagas de calor que possam ocorrer este ano, a Direção-Geral da Saúde definiu a criação de Locais de Abrigo Temporário (LAT) para acolherem pessoas vulneráveis ao calor, como idosos, crianças ou portadores de doenças crónicas e grávidas. A criação dos locais de abrigo está prevista no plano de Contingência Saúde Sazonal - Módulo Verão, que é hoje apresentado pela diretora-geral da Saúde, Graça Freitas.

Raios ultravioleta com risco elevado 
A exposição solar apresenta hoje um risco de elevado a muito elevado no território continental, pelo que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera aconselha a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt e protetor solar. 





Ver comentários