Sub-categorias

Notícia

Estado não paga testes de VIH feitos na farmácia

Preço das análises rápidas é decidido pelos estabelecimentos.
Por Sónia Trigueirão|13.03.18
Os testes rápidos para a deteção de infeção por VIH e hepatites virais (B e C) nas farmácias não vão ser comparticipados pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS), tanto que não necessitam de prescrição médica.

Isto ao contrário do que acontece quando são feitos nos centros de saúde, hospitais, Centros de Aconselhamento de Deteção Precoce e Centros de Respostas Integradas para Comportamentos Aditivos e Dependências, uma vez que são gratuitos para os utentes.

A informação foi confirmada ao CM pela Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), que explicou que o despacho, publicado em Diário da República, "não prevê a definição de um regime de preços máximos, sendo o preço de venda ao público livre".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!