Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Estatuto divide Ensino Superior

Cerca de uma centena de professores do Instituto Politécnico de Lisboa protestou ontem em frente ao Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL) contra a actual proposta de revisão do Estatuto da Carreira Docente. Em Coimbra, foram cerca de cem os professores que se manifestaram frente ao Politécnico e no Porto 400. À hora em que ocorriam os protestos, o ministro da Ciência e Ensino Superior, Mariano Gago, esteve na Assembleia da República, numa audiência com a Comissão Parlamentar de Educação.

17 de Junho de 2009 às 00:30
Professores em manifestação à entrada do ISEL
Professores em manifestação à entrada do ISEL FOTO: Natália Ferraz

"Queremos mudar a posição do ministro", referiu Helena Ramos, professora no ISEL há 15 anos. "Se a proposta de revisão for aprovada, milhares de professores correm o risco de perder os seus empregos", contestou a docente.

A proposta apresentada por Mariano Gago prevê a realização de um concurso público a nível internacional em cada renovação do contrato dos docentes equiparados a professores adjuntos e assistentes.

Rita Pacheco é professora no ISEL há 12 anos e vê agora o seu lugar em risco. "O senhor ministro, ao rever o estatuto, não está a considerar o trabalho que os professores têm desenvolvido nos últimos anos. Não vamos ser reconhecidos pelo nosso empenho. Com o concurso público, o nosso lugar pode ser ocupado por outros professores que nada fizeram em prol da instituição", explicou a docente.

Os professores continuam a defender formas de avaliação de mérito e esperam que Mariano Gago recue na proposta de revisão do Estatuto que tem gerado contestações na classe docente do politécnico por todo o País.

Este foi o terceiro protesto dos professores do Ensino Superior no último mês: a 12 de Maio protestaram em frente ao MCTES e a 3 de Junho, cerca de 500 manifestaram-se frente ao Parlamento.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)