Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Estratégia para o qualidade do ar aposta na sensibilização

Objetivo é saber onde estão os focos de poluição.
18 de Abril de 2015 às 08:42
A poluição do ar é uma das mais graves em termos de saúde dos cidadãos
A poluição do ar é uma das mais graves em termos de saúde dos cidadãos FOTO: João Relvas/Lusa

A primeira estratégia para a qualidade do ar aposta na monitorização, para saber onde estão os focos de poluição, mas também na sensibilização dos cidadãos para reduzir as emissões com origem nos transportes e nos sistemas de aquecimento.


"O principal objetivo é atingir os níveis de qualidade do ar compatíveis, quer pelas normas atuais, quer para as normas previstas para o futuro na União Europeia", e para isso é necessário envolver os níveis de governo, do Estado, às autarquias, disse hoje à agência Lusa o secretário de Estado do Ambiente, Paulo Lemos.


O documento, cujo objetivo último é "a qualidade de vida dos cidadãos", é apresentado na segunda-feira, esperando depois a aprovação em conselho de ministros e a publicação, podendo entrar em vigor dentro de "um a dois meses", segundo o governante.


A poluição do ar é "uma das mais graves em termos de saúde dos cidadãos e são previstas um conjunto de ações
concretas na área da governança, assim como ações de diagnóstico e de investigação científica, para perceber porque é que em determinadas zonas há excedências [dos limites de poluentes emitidos] e em outras não há", avançou o secretário de Estado.

União Europeia secretário de Estado do Ambiente qualidade ar
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)