Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Ponto G é conceito do passado

Investigadores mostram que ideia de um único ponto de prazer está ultrapassada.
D.P. 27 de Agosto de 2014 às 22:47
Investigadores italianos revelam que mulheres têm zona de prazer mais abrangente
Investigadores italianos revelam que mulheres têm zona de prazer mais abrangente FOTO: Getty Images

Um estudo recente defende que o ponto G, considerado por especialistas a principal zona erógena feminina, não existe. A pesquisa, feita por investigadores italianos e publicada na revista 'Nature Reviews Urology', indica, contudo, que existe uma área mais abrangente que potencia o prazer sexual das mulheres.

Emmanuele Jannini, o médico responsável pela investigação agora publicada, criou, a partir daquele estudo, o conceito de "complexo clitouretrovaginal", que define precisamente uma área mais abrangente, que inclui o clitóris, a vagina e a uretra.

O também clínico Charles Runels corrobora a ideia de que o ponto G (ou ponto de Gräfenberg) é um conceito do passado. Runels fala agora de um "ponto O", que consiste numa área perto do clitóris e à entrada da vagina.

Estudos Nature Reviews Urology Sexo Ponto G Orgasmo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)