Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

EUA: Mulher deixa de conseguir andar após vacina da gripe (COM VÍDEO)

Uma norte-americana de 25 anos deixou de conseguir andar e falar normalmente dez dias depois de ter recebido a vacina para a gripe sazonal, o que poderá ter espoletado uma doença neurológica rara chamada distonia, que lhe provoca espasmos incontroláveis nos músculos.
27 de Outubro de 2009 às 13:02
Antes da doença, Desirée Jennings era 'cheerleader'
Antes da doença, Desirée Jennings era 'cheerleader' FOTO: dr

Numa reportagem televisiva vê-se como Desirée Jennings, que era 'cheerleader' profissional da equipa de futebol americano Washington Red Skins, é incapaz de caminhar para a frente ou mesmo de falar.

No entanto, a mesma doença não impede Desirée de andar para trás ou correr. Quando o faz consegue mesmo falar sem problemas.

Os estranhos sintomas da norte-americana residente numa cidade do estado da Virgínia levaram muitos a questionar se acerca da veracidade da doença mas a fundação instituída pelo actor Jim Carrey já anunciou que irá apoiar Desirée, cuja distonia não deverá ter qualquer cura.

Alguns médicos apontam este caso como um mais um aviso para possíveis efeitos secundários graves da vacina da gripe, que Desirée tomou a 23 de Agosto. Dias depois contraiu gripe e começou a perder os sentidos, sendo internada no Hospital Johns Hopkins.

Uma norte-americana de 25 anos deixou de conseguir andar e falar normalmente dez dias depois de ter recebido a vacina para a gripe sazonal, o que poderá ter espoletado uma doença neurológica rara chamada distonia, que lhe provoca espasmos incontroláveis nos músculos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)