Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Eurodeputados com dúvidas da cimeira euro-africana

Ana Gomes diz que problema não se resolve só com dinheiro.
13 de Novembro de 2015 às 14:57
Eurodeputada Socialista Ana Gomes
Eurodeputada Socialista Ana Gomes FOTO: Manuel de Almeida/Lusa
Os eurodeputados portugueses Ana Gomes e Carlos Coelho duvidam que processos como a cimeira euro-africana de terça e quarta-feira sejam a solução para a questão dos fluxos migratórios, pois estes problemas não se resolvem só com dinheiro.

Não é com cimeiras como aquela que decorreu, terça e quarta-feira, em La Valetta, e "atirando dinheiro para cima dos problemas", numa espécie de "'outsourcing' (terceirização) que vamos conseguir travar o afluxo migratório à Europa", disse esta sexta-feira a eurodeputada Ana Gomes (PS), durante um debate na Universidade de Coimbra (UC), em que também participou o eurodeputado Carlos Coelho (PSD).

Na cimeira, com dirigentes da União Europeia (UE) e de vários países africanos, foi aprovado um plano de 1,8 mil milhões de euros para reduzir o movimento sem precedente de refugiados que atravessa o Mediterrâneo, mas, segundo as agências internacionais, foram claras as divergências sobre o plano, que pretende acelerar o repatriamento dos migrantes sem direito a asilo na UE.
Ana Gomes Carlos Coelho La Valetta União Europeia Mediterrâneo política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)