Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Exigida resposta no transporte

Os bombeiros não se entendem com a forma "anárquica" como está a ser implementado o novo Sistema de Gestão Integrado de Transporte de Doentes, e decidiram ontem, em Fornos de Algodres, pedir esclarecimentos ao Ministério da Saúde.
5 de Dezembro de 2010 às 00:30
Sistema de gestão de transporte de doentes não está a ser aplicado de igual forma por todas as ARS
Sistema de gestão de transporte de doentes não está a ser aplicado de igual forma por todas as ARS FOTO: direitos reservados

"Como é possível as Administrações Regionais de Saúde (ARS) estarem a pôr em prática um modelo que o Ministério da Saúde diz desconhecer?", interroga Duarte Caldeira, presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP).

Segundo o responsável, há ARS que já protocolaram o sistema com as associações de bombeiros, outras apenas convocaram reuniões preliminares e as restantes nem contactos fizeram. No entanto, "do Ministério têm-nos dito que não foram dadas orientações precisas em relação a este processo, o que leva a pensar que alguém está a faltar à verdade", diz.

Outra das contradições prende--se com a plataforma informática usada pelo novo serviço. "O Ministério diz que não o comprou, mas o facto é que ele existe", adianta o presidente da LBP. A manter-se a actual situação, abordada ontem no Conselho Nacional da Liga, muitas corporações podem enfrentar problemas operacionais. Na reunião ficou ainda acordado que a proposta para o novo modelo de financiamento das associações de bombeiros fique concluída até meados de 2011.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)