Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Faltam materiais para recuperar casa a idosa

Mãe e filho ficaram com todos os bens reduzidos a cinzas e anseiam por voltar a casa.
Isabel Jordão 1 de Junho de 2015 às 06:00
Os trabalhos começaram no dia seguinte ao incêndio, com a limpeza do espaço pelos vizinhos
Os trabalhos começaram no dia seguinte ao incêndio, com a limpeza do espaço pelos vizinhos FOTO: Rui Miguel Pedrosa
A população da Chainça (Abrantes) está a reconstruir a casa onde residia uma idosa e o filho e que foi destruída por um incêndio. Os trabalhos começaram logo no dia seguinte, com a limpeza do espaço. O projeto de construção da nova habitação deverá dar entrada na câmara municipal esta semana, seguindo depois o processo normal de aprovação.

As chamas deflagraram durante a noite e, em pouco tempo, ganharam tal dimensão que todos os bens de Cremilde Tibério, viúva, de 71 anos e do filho Jorge, solteiro, de 47 anos, ficaram reduzidos a cinzas. "Perdi tudo, menos a vida", conta Cremilde Tibério, que não esperava esta ajuda dos vizinhos: "Fiquei muito surpreendida. É o que me está a dar ânimo. Só peço a Deus ajuda para todos e que ninguém tenha de passar por uma situação destas". Enquanto a habitação não é reconstruída, a idosa e o filho vão continuar alojados em casa de familiares.

A vizinha Fernanda Bica, que integra o grupo empenhado na reconstrução, já reuniu 2500 euros, alguns equipamentos, como o lava-loiça e as mobílias de quarto, assim como materiais de construção. Mas ainda falta "quase tudo", sobretudo ferro, cimento, areia e vigas para fazer o telhado.

Depois do arranque inicial, em que todo o espaço foi limpo e os materiais ardidos removidos, agora a população aguarda com expectativa o arranque da obra. "Queremos ajudar, com o nosso trabalho e se for preciso com algum dinheiro", conta José Dionísio, que está desejoso de ver a casa pronta: "Ainda quero ver a casinha toda bonita, para virmos cá comer um almoço".
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)