Família de jovem que morreu à espera de cirurgia no S. José quer abrir instrução

A advogada da família considera que há "importantes aspetos que não foram suficientemente investigados".
26.05.17
A família do jovem que morreu no hospital de S. José enquanto aguardava por uma cirurgia a um aneurisma cerebral, em dezembro de 2015, admite pedir a abertura de instrução depois do Ministério Público (MP) ter arquivado o processo.

A advogada da família, em declarações à agência Lusa, considera que há "importantes aspetos que não foram suficientemente investigados" pelo Ministério Público.

Para Cristina Malhão, a decisão da transferência de David Duarte do hospital de Santarém para o Hospital de S. José, em Lisboa, "não está suficientemente esclarecida".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!