Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Fármaco contra psoríase retirado

O Infarmed anunciou esta quinta-feira a retirada do mercado português de um fármaco para tratamento da psoríase, após a morte de dois pacientes, nenhuma delas em Portugal.
19 de Fevereiro de 2009 às 21:17
Fármaco contra psoríase retirado
Fármaco contra psoríase retirado FOTO: d.r.

O Infarmed decidiu retirar o medicamento do mercado após a recomendação da Agência Europeia de Medicamentos (EMEA), que concluiu que 'os benefícios da Raptiva já não superam os riscos, devido a problemas de segurança', nomeadamente a ocorrência de Leucoencefalopatia Multifocal Progressiva (LPM), uma infecção cerebal rara.

O medicamento está sujeito a receita médica e cada embalagem custa mais de 1400 euros.

O Infarmed, citando a EMEA, informa que foram notificados três casos confirmados de LPM, em doentes em tratamento com Raptiva durante mais de três anos. 'Dois dos três casos confirmados resultaram na morte do doente', informa o comunicado.

Ver comentários