Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

FDA adverte para medicamentos perigosos

A Agência Norte-Americana para os Medicamentos e Alimentos (FDA) alertou, esta terça-feira, para os riscos de mais de 25 produtos para perder peso, um dos quais recentemente sujeito a ensaios clínicos em Portugal.

23 de Dezembro de 2008 às 15:36
FDA adverte para medicamentos perigosos
FDA adverte para medicamentos perigosos FOTO: d.r.

Depois de uma investigação a alguns medicamentos, concluiu-se que alguns dos ingredientes contêm substâncias que não são permitidas nos Estados Unidos da América, uma das quais aprovada para tratar convulsões e não perda de peso, enquanto outra é frequentemente utilizada em experiências químicas e suspeita-se que possa provocar cancro. Os produtos visados podem interferir com outros medicamentos e desencadear efeitos secundários.

 

Um exemplo dessa situação é o ingrediente “Rimonabant” que deixou de ser utilizado na Europa em Outubro de 2008, mas que já tinha sido interdito nos Estados Unidos da América por estar associado a um maior risco de depressão e pensamentos suicidas, com cinco mortes e 720 reacções adversas na Europa a sustentar o perigo. Na altura em que foi suspensa a comercialização do fármaco, estavam a realizar-se ensaios clínicos em Portugal

 

A entidade norte-americana adverte ainda para o facto de “algumas quantidades destes componentes farmacêuticos activos excederem os níveis recomendados pela FDA, pondo por isso em risco a saúde dos consumidores”.

 

O comunicado alerta ainda para que os produtos para perda de peso são vendidos ao público como “complementos dietéticos” e pela Internet. acrescentando que alguns destes produtos dizem ser “naturais” nos rótulos, e que apenas contêm ingredientes à base de ervas, mas têm compostos potencialmente perigosos que não são divulgados na sua propaganda.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)