Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Fecham 45 lares em oito meses

11 encerraram com urgência, por serem um perigo para os idosos.
José Rodrigues 3 de Outubro de 2016 às 12:59
Número de lares encerrados tem vindo a aumentar: passou de 83 em 2014 para 91 em 2015
Número de lares encerrados tem vindo a aumentar: passou de 83 em 2014 para 91 em 2015 FOTO: CMTV
A Segurança Social encerrou, nos primeiros oito meses deste ano, 45 lares de idosos em todo o País, 11 dos quais com caráter de urgência, por se detetar perigo iminente para a saúde e integridade dos utentes, tendo-se, por isso, procedido à retirada dos idosos daqueles estabelecimentos.

Segundo os números fornecidos ao CM pelo Instituto de Segurança Social (ISS), presidido por Rui Fiolhais, até 31 de agosto deste ano foram realizadas 334 ações inspetivas, das quais resultaram os 45 encerramentos. Destes, 34 foram encerramentos administrativos, ou se- ja, os lares são obrigados a fechar no prazo de 30 dias.

O ISS não revelou o número de idosos envolvidos nem o valor das coimas aplicadas. Em todo o caso, a multa para uma infração muito grave (encerramentos de urgência) pode ir de 20 mil a 40 mil euros; já uma grave varia entre os 2500 e os 5 mil euros.

Ainda segundo o ISS, em 2015 foram realizadas 680 fiscalização de lares, tendo sido encerrados 91, dos quais 13 com caráter de urgência.

Em 2014, foram fiscalizados 643 lares e encerrados 83, entre os quais sete com urgência. Os encerramentos com urgência têm, pois, vindo a aumentar, o que significa que há mais idosos em perigo nos lares. A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) chamou, na sexta-feira, a atenção para esse problema, pedindo aos profissionais que trabalham em equipamentos sociais e de saúde para "estarem alerta" e detetarem situações que possam constituir um crime contra os idosos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)