Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

"Fenómeno extremo" de calor exige cuidados extra de saúde

O director-geral da Saúde, Francisco George, alertou esta terça-feira para "o fenómeno extremo" que representam as altas temperaturas que se registam em Portugal e defendeu a adopção de medidas de protecção "essenciais" para reduzir os efeitos do calor na saúde.
26 de Junho de 2012 às 13:12
Director-geral da Saúde, Francisco George, DGS, calor, temperaturas, alerta, laranja
Director-geral da Saúde, Francisco George, DGS, calor, temperaturas, alerta, laranja FOTO: LUÍS VIEIRA

"Estamos perante um fenómeno extremo, não é uma onda de calor, mas a verdade é que as temperaturas sobem em muitas localidades acima dos 40 graus, o que impõe a adopção de um conjunto de medidas que consideramos essenciais para reduzir o os efeitos na saúde dos portugueses", disse à Lusa o responsável.

 

Dez distritos em alerta laranja

Dez distritos de Portugal continental estão esta terça-feira sob aviso laranja, o segundo mais grave numa escala de quatro, devido ao calor, informou o Instituto de Meteorologia (IM).

Devido à persistência de temperaturas máximas elevadas, o IM colocou em aviso laranja, até às 18h00 de quarta-feira, os distritos de Braga, Vila Real, Bragança, Guarda, Castelo Branco, Lisboa, Santarém, Portalegre, Évora e Beja.

Pela mesma razão estarão sob aviso amarelo os distritos de Setúbal, Leiria, Coimbra e Viseu, bem como o arquipélago da Madeira.

Director-geral da Saúde Francisco George DGS calor temperaturas alerta laranja
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)