Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Fenprof recorre a Cavaco Silva e aos tribunais

A Fenprof marcou para segunda--feira, às 11h00, uma concentração de professores em frente à residência oficial do primeiro-ministro. Mário Nogueira, secretário-geral da Fenprof, responsabiliza José Sócrates pela consideração da avaliação no concurso de professores.
29 de Abril de 2010 às 00:30
Mário Nogueira, líder da Fenprof
Mário Nogueira, líder da Fenprof FOTO: João Miguel Rodrigues

"Vamos deixar de falar com os anjos e falar com Deus – se é que Deus não fica ofendido com a comparação", afirmou, anunciando que vai pedir uma audiência ao Presidente da República, Cavaco Silva, e ao grupo parlamentar do PS. A estrutura sindical vai ainda apresentar esta semana queixa na Procuradoria-Geral da República: "Considerar a avaliação nos concursos é legal mas desencadeia um conjunto de ilegalidades que proporcionalmente são mais gravosas e justificam uma iniciativa legal de suspensão."

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)