Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Festa solidária para tratar Miriam

A menina que corre o risco de perder a perna direita teve uma festa em Arruda dos Vinhos.
27 de Maio de 2013 às 01:25
Miriam consegue andar apesar da grave malformação na perna
Miriam consegue andar apesar da grave malformação na perna FOTO: João Miguel Rodrigues

Miriam Aleixo sofre de uma grave e invulgar malformação congénita da perna direita. Sem dinheiro para que a menina de dois anos seja operada numa clínica particular, em Coimbra, os pais, Moisés Aleixo e Conceição Marques, têm organizado iniciativas para recolha de fundos, para conseguirem obter os 20 mil euros. Ontem, mais uma ação de solidariedade decorreu em Arruda dos Vinhos.

No espetáculo estiveram cerca de 50 pessoas. Pelo palco passaram vários artistas que, com o seu talento, quiseram contribuir para a recuperação da menina do Cacém (Sintra). Miriam participou na festa acompanhada da irmã gémea, Matilde, e dos pais. Com o sorriso próprio de uma bebé de dois anos, a menina acenava aos que estavam ali para a ajudar. E como qualquer criança, brincou. Os pais de Miriam decidiram participar em festas solidárias após saberem que a perna da menina pode não ser amputada. A mãe acredita que vão conseguir juntar o dinheiro. "Acredito que vamos conseguir, como sempre acreditei que a minha filha iria andar sozinha, apesar dos médicos afirmarem que isso não seria possível", explicou Conceição.

Moisés Aleixo lamenta a falta de apoios do Estado "para pagar, por exemplo, as próteses, que custaram 40 euros". A festa em Arruda dos Vinhos foi realizada por Hélia Carvalho, que teve conhecimento das dificuldades da família através do Facebook.

Cacém família Miriam Arruda dos Vinhos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)