Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Focos de incêndio nos Açores controlados

Uma queimada controlada foi a causa do fogo. Chamas mataram um homem.
5 de Setembro de 2013 às 23:03

Os focos de incêndio que se propagaram esta quinta-feira na encosta da Lagoa do Fogo, na ilha de São Miguel, na sequência de uma queimada, já estão controlados e em fase de rescaldo, disse fonte da Proteção Civil dos Açores.

Carlos Enes, do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, adiantou à agência Lusa, pouco depois das 21h00 locais (22h00 em Lisboa), que o incêndio estava em fase de rescaldo, depois de ter sido controlado por volta das 19h00.

Na origem do fogo, que vitimou um homem, esteve uma queimada "controlada", feita por uma empresa que tinha autorização para a realizar, mas que acabou por se descontrolar, propagando focos de fogo em "mata morta, seca", segundo a Proteção Civil dos Açores.

As chamas não queimaram zonas de floresta, porque ao acercar-se das árvores, o fogo "quase se autoextinguia", já que, dado os níveis altos de humidade nos Açores, não há incêndios florestais, acrescentou a mesma fonte.

A dificuldade e a demora em controlar o incêndio deveu-se, segundo a Proteção Civil, à propagação de vários focos por zonas de difícil acesso, dificultando o transporte de água em autotanques. Apesar disso, "nunca foi um incêndio de grandes dimensões", sublinhou Carlos Enes.

No local estão ainda 57 bombeiros e 20 viaturas das corporações de Ponta Delgada, Vila Franca do Campo e Ribeira Grande.

incêndios chamas bombeiros
Ver comentários