Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Fotografia de padre em cuecas considerada "causadora de escândalo"

Bispo afasta pároco para travar “o escândalo entre os fiéis”.
Isabel Jordão 16 de Junho de 2019 às 01:30
Júlio Santos, pároco de Pedrógão Grande, vai deixar a Residência Paroquial
Júlio Santos é o responsável pela paróquia de Pedrógão Grande
Padre Júlio Santos, de Pedrógão Grande
Júlio Santos, pároco de Pedrógão Grande, vai deixar a Residência Paroquial
Júlio Santos é o responsável pela paróquia de Pedrógão Grande
Padre Júlio Santos, de Pedrógão Grande
Júlio Santos, pároco de Pedrógão Grande, vai deixar a Residência Paroquial
Júlio Santos é o responsável pela paróquia de Pedrógão Grande
Padre Júlio Santos, de Pedrógão Grande
A fotografia que o pároco de Pedrógão Grande publicou nas redes sociais, em que aparecia em cuecas e meias numa cama de hotel, foi considerada "indecorosa e naturalmente causadora de escândalo" pelo bispo da diocese de Coimbra, D. Virgílio Antunes, que reagiu de imediato, afastando Júlio Santos, de 58 anos, "do serviço sacerdotal e das responsabilidades paroquiais".

"Não há condições para o padre Júlio continuar a exercer, por agora, o ministério e as responsabilidades de pároco sem aumentar e multiplicar o escândalo entre os fiéis", refere uma nota da diocese de Coimbra, que foi lida aos fiéis na missa do domingo passado, já sem a presença do sacerdote.

O afastamento é por tempo indeterminado e "até que tudo seja esclarecido, conforme exige a lei da Igreja". O sacerdote ainda irá receber na integra o salário deste mês, na ordem dos 900 euros, acrescido do subsídio de férias, apurou o CM junto da comissão da fábrica da igreja. Júlio Santos garante não estar "minimamente abalado" com o afastamento da paróquia: "O padre, como primeiro cristão, deve procurar no testemunho aceitar a vontade de Deus."

Sacerdote desvaloriza e diz que foi "um descuido"
"A publicação foi um descuido", disse Júlio Santos ao CM, defendendo que "a foto não está assim tão ofensiva", por não estar nu. Na foto, surge de cuecas e meias, deitado, numa cama de casal desfeita de um quarto de hotel.

PORMENORES
Novo padre em julho
A diocese de Coimbra está a preparar a escolha de um novo pároco para Pedrógão Grande e em julho deverá avançar com uma "solução transitória".

Deixa a casa paroquial
Júlio Santos continua a viver na Residência Paroquial, com a mãe, mas deverá mudar-se no próximo mês. A decisão partiu do próprio sacerdote, que deverá continuar a morar na zona.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)