Francisco George termina carreira na DGS e ruma à Cruz Vermelha

"Quero continuar naquilo que sempre fiz e sei fazer, na área da saúde pública", responde ao CM.
Por André Pereira|06.08.17
Francisco George, o ainda diretor-geral da Saúde (DGS), vai ser o novo presidente da Cruz Vermelha Portuguesa. O médico vai deixar o cargo na Administração Pública em outubro, por atingir o limite de idade (70 anos), mas pretende manter-se ativo.

"Quero continuar naquilo que sempre fiz e sei fazer, na área da saúde pública", responde ao CM, questionado sobre o futuro.

Quanto à presidência da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), Francisco George opta pelo silêncio: "Não posso comentar". A escolha é feita pelo Conselho Supremo da CVP, que Francisco George integra em representação do Ministério da Saúde.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!