Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Futuro universitário de Chaves avaliado

A continuidade do polo de Chaves da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) está a ser estudada e, a 11 Novembro, o Conselho Geral irá votar o seu futuro.
4 de Novembro de 2011 às 14:12
Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro avalia continuidade do polo de Chaves
Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro avalia continuidade do polo de Chaves FOTO: d.r.

O reitor da UTAD, Carlos Sequeira, revelou esta sexta-feira à Lusa que o polo de Chaves "nunca teve" dimensão e expansão "muito grandes". Assim, frisou, ou se consolida ou se encerra o polo, porque não se quer assistir a "uma morte lenta", nem manter este "lume brando".

O reitor considera que a instituição tem de ser "realista" e analisar quais as perspectivas futuras do polo, porque os pretextos para o encerrar existem há já muito tempo. O responsável afirmou ainda que quando foram criados os polos existia uma política expansionista, mas a situação alterou-se e as exigências tornaram-se maiores.

Carlos Sequeira revelou que ainda nenhuma decisão foi tomada, pelo que a continuidade do polo de Chaves será apreciada e votada no dia 11 de Novembro.

O presidente da Câmara de Chaves, João Batista, afirmou esta sexta-feira à Lusa que a UTAD não tem "razão nenhuma" para encerrar o polo de Chaves porque, em termos económicos, um aluno em Chaves "fica mais barato" do que um estudante em Vila Real.

Universidade UTAD Carlos Sequeira futuro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)