Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

GNR perde 2400 guardas em quatro anos

Número corresponde a 10% do total do efetivo.
9 de Agosto de 2013 às 00:36
Número de militares da GNR tem diminuído nos últimos anos
Número de militares da GNR tem diminuído nos últimos anos FOTO: António Lúcio
A GNR perdeu, ao longo dos últimos quatro anos, 2454 guardas, cerca de 10 por cento do efetivo total.

Os dados constam do relatório de atividades daquela força de segurança, no qual se pode ler que "estas perdas têm ênfase no número de efetivos que passaram à reserva e no facto de não ter sido atenuado, tanto quanto necessário, por novas entradas".

Em 2008, a GNR contava com 24 736 militares, um número que foi reduzido gradualmente, até aos 22 282 do ano passado.

A maior queda registou-se em 2010, ano em que a GNR perdeu 1286 militares. Analisado o documento por categoria profissional, a maior perda registou-se nos guardas que, em quatro anos, viram o efetivo reduzir-se em 2462.

Para este ano está previsto o ingresso de 280 militares nesta categoria.

Ao contrário, o número de oficiais aumentou em 9 elementos, sendo que este ano vão ingressar mais 44.

GNR guardas queda oficiais segurança militares
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)