Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Saiba quais os concelhos em alerta, os que não avançam e as novas medidas para o desconfinamento

Conheça as regras que estão em vigor até dia 27 de junho no âmbito do plano ‘Controlar a Pandemia’.
Correio da Manhã 9 de Junho de 2021 às 14:42
Mariana Vieira da Silva
Mariana Vieira da Silva
Mariana Vieira da Silva
Mariana Vieira da Silva
Mariana Vieira da Silva
Mariana Vieira da Silva
Mariana Vieira da Silva
Mariana Vieira da Silva
Mariana Vieira da Silva
O Governo apresentou esta quarta-feira novas medidas para combater a pandemia. Recorde que o executivo reuniu, em Conselho de Ministros, para discutir um novo pacote de medidas no âmbito do plano ‘Controlar a Pandemia’. As medidas devem manter-se até 27 de junho.

A ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Mariana Vieira da Silva, avançou que País tem "uma evolução no índice de incidência de 70,6 no Continente" e que o rt está fixado no 1.6 em Portugal Continental.

"Situação de Lisboa é preocupante", disse Vieira da Silva relativamente à crescente subida de casos na Região de Lisboa e Vale do Tejo, confirmando que não está a ser fácil controlar o crescente número de casos, principalmente nas camadas mais jovens da população.

"Estamos em momento de crescimento e isso significa que temos que cumprir as medidas definidas. Os números que temos em Lisboa não permitem ajuntamentos ou festas", rematou.

A ministra avançou ainda que o certificado digital estará em vigor em Portugal a partir do dia 1 de julho.

Quatro concelhos que não avançam no desconfinamento
Braga; Lisboa; Odemira e Vale de Cambra. Estes concelhos ficam com as regras do dia 1 de maio, isto é, mantêm as regras delimitadas até ao momento. Também nestes concelhos, pode manter-se o teletrabalho.

Concelhos em alerta
Albufeira, Alcanena, Arruda dos Vinhos, Cascais, Loulé , Paredes de Coura, Santarém, Sesimbra, Sintra e Sertã.

Novas regras
Restauração para todos os concelhos (exceto os 4 acima mencionados)
O funcionamento da restauração prolonga-se até às 01h00 com a última hora de admissão às 00h00.

Serviços públicos
Os serviços públicos podem ser acedidos sem marcação prévia, com exceção das lojas do cidadão.

Eventos familiares
Os eventos familiares mantêm-se nos 50%.

Transportes
Os transportes em que é possível ir de pé, a lotação máxima é de dois terços.

Estratégia de testagem
Passa a ser necessário testar empresas com mais de 150 trabalhadores que partilhem o mesmo espaço de trabalho.

Testes em eventos
Testagem significativa permite maior controlo da pandemia
"Temos à nossa disposição vários testes. O desejável é que sempre que haja ajuntamentos, façamos testes", disse Mariana Vieira da Silva.

O participante de cada evento é que terá responsabilidade sobre o seu próprio teste.

De acordo com a ministra, o que está previsto é que ninguém possa aceder a esses eventos sem teste e que, por isso, a fiscalização seja feita pelas autoridades.



Siga o Instagram do Correio da Manhã:

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Governo economia negócios e finanças
Ver comentários