Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Governo ‘castiga’ universidades

Direção-Geral do Orçamento impede instituições públicas de registarem em 2014 receitas próprias superiores às verificadas em 2012.
27 de Agosto de 2013 às 01:00
CRUP decidiu qeu orçamentos não serão entregues
CRUP decidiu qeu orçamentos não serão entregues FOTO: Tiago Sousa Dias

As universidades públicas não podem inscrever no orçamento de 2014 valores de receitas próprias superiores aos registados em 2012. A imposição é do Ministério das Finanças, que pretende assim impedir que as empresas públicas façam uma previsão de receitas próprias superior à que realmente conseguem obter, levando a despesas sem provimento.

"É uma estratégia que não pretendemos seguir. Somos diferentes. Temo um cadastro diferente das outras empresas públicas. Não queremos ordenados. Não somos, nem nunca fomos responsáveis por buracos orçamentais", afirmou António Rendas, presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP), explicando o que está em causa: "É obrigar alguém a correr 100 metros, quando a pessoa tem capacidade para correr um quilómetro".

O CRUP reuniu ontem e decidiu que as universidades públicas não entregam os respetivos orçamentos até que a situação seja resolvida. Já foram pedidas reuniões com o primeiro-ministro e com o ministro da Educação e Ciência.

universidades CRUP ensino superior orçamentos Governo 2014
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)