Governo quer trabalho nos tribunais mas não garante meios

Juízos de proximidade vão realizar mais julgamentos de natureza cível até 50 mil euros.
Por Sónia Trigueirão|06.12.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O Governo quer que os tribunais de proximidade realizem julgamentos de natureza cível até 50 mil euros, mas não tem resposta para a falta de meios. Confrontada esta quarta-feira no Parlamento, a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, não apresentou soluções para a falta de meios.

Limitou-se a negar a falta de recursos humanos e, no que toca aos meios materiais, falou dos automóveis para as deslocações dos magistrados.

"Estamos a rever a frota automóvel para encontrar soluções nos locais onde há dificuldades", disse. Isto depois dos partidos da oposição, PSD, BE, PCP e CDS-PP terem feito eco dos pareceres que dão conta da falta de meios informáticos, degradação de vários edifícios e da falta de funcionários para, por exemplo, manter as secretarias abertas quando decorre um julgamento.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!